Papéis Avulsos

Papéis Avulsos
Pra não ser perderem no tempo, eternizadas aqui estão.

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Será?

Me trava as palvras,
Pois não sei explicar
O que no meu peito agora
Começa a transbordar

Palvras não definem
O que acontece por agora
Lagrimas caem pelo rosto
Mas não são tristesas que meu olhos choram...
                                               
Por você,  com você
Decidi me arriscar
Nesse mar de emoções
É por você que vou lutar

Uma palavra doce que me acalma
Uma espera que anseia
Será que é você?
Me pergunto volta e meia. 

                               FAVARETTO/Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário